Swip

Rua Camboatá, 67 - Jardins do Bosque - Cachoeirinha/RS
Fones: (51) 3041-2993 / 3041-2973 / Fax: 3041-2953
atendimento@swip.com.br

A importância do fio terra

A importância do fio terra.

O fio terra, muitas vezes desprezado, mas muito importante para sua segurança!

Objetivos de um aterramento

  • Obter uma resistência de aterramento a mais baixa possível, para correntes de falta à terra;
  • Manter os potenciais produzidos pelas correntes de falta dentro de limites de segurança de modo a não causar fibrilação do coração humano;
  • Fazer que os equipamentos de proteção sejam mais sensibilizados e isolem rapidamente as falhas à terra;
  • Proporcionar um caminho de escoamento para terra de descargas atmosféricas;
  • Usar a terra como retorno de corrente do sistema MRT;
  • Escoar as cargas estáticas geradas nas carcaças dos equipamentos.

Qual a função do fio Terra?

A principal função do aterramento é o escape para um local seguro, de energia dispensável. Seja por motivos de segurança, seja para efeitos de melhoria acústica, ou como meio de prolongamento da vida útil de equipamentos. É o condutor cuja função é conectar à terra todos os dispositivos que precisarem utilizar seu potencial como referência.
Diz-se que um dispositivo está "aterrado" quando está conectado ao condutor designado à função de aterramento – o terra do circuito.
As cargas elétricas podem ser negativas ou positivas e sempre procuram um caminho para encontrar cargas contrárias.
A circulação dessas cargas elétricas, através de uma conexão à terra, evita que a corrente elétrica circule pelas pessoas, evitando que elas sofram choques elétricos.
Como o corpo humano é capaz de conduzir eletricidade, se uma pessoa se encosta a um equipamento elétrico ela estará sujeita a levar um choque, que nada mais é do que a sensação desagradável provocada pela passagem dos elétrons pelo corpo. O conceito básico da proteção contra choques é o de que os elétrons devem ser desviados da pessoa.
A existência de um adequando sistema de aterramento também pode minimizar os danos em equipamentos, em casos de curto-circuitos.
Todo circuito elétrico bem projetado e executado deve ter um sistema de aterramento. Um sistema de aterramento adequadamente projetado e instalado minimiza os efeitos destrutivos de descargas elétricas (e eletrostáticas) em equipamentos elétricos, além de proteger os usuários de choques elétricos.
Para isto, as tomadas são dotadas de três pinos, dois dos quais são fase ou fase e neutro, e o terceiro, isolado dos primeiros, é o terra. O fio de cobre é um milhão de vezes melhor condutor do que o corpo humano, por isso se oferecermos aos elétrons dois caminhos para eles circularem (sendo um o corpo e o outro um fio), a maioria deles circulará pelo fio, minimizando os efeitos do choque na pessoa. Esse fio pelo qual irão circular os elétrons que escapam dos aparelhos é chamado de fio terra.

www.fazfacil.com.br

Notícias e Eventos

Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.com